Bento Pacheco, o bebê quaraiense que precisa da ajuda de todos

Os pais de Bento estão desesperados pela complicação no quadro de saúde que seu bebê, recém nascido, está passando. Desde a organização “por BENTO” fizeram chegar detalhes da sua história, e de como ajudar!!

SAIBA MAIS

Nasci no hospital da Santa casa de Alegrete, após meu nascimento fui diretamente para a UTI neonatal onde fiquei 10 dias sendo tratado de uma Pneumonia Congênita, assim diagnosticado. Após o tratamento consegui ir para casa, porem sem êxito retornando para a UTI NEONATAL de Alegrete após 4 dias, com quadro de Pneumonia Aspirativa, onde tive a primeira parada Cardiorrespiratória precisando ser reanimado e entubado em estado gravíssimo. Fiquei cinco dias no respirador, meu tratamento foi de 11 dias obtendo melhora e alta hospitalar achando que a luta havia acabado. Porém uma semana depois comecei apresentar novos sintomas, como gemencia, tiragem respiratória e quadros de convulsões sendo atendido pela equipe do Hospital de caridade de Quaraí, que através da central de leitos conseguiram me encaminhar para a UTI pediátrica de Bagé, pois eu já não tinha mais idade para UTI neonatal. Foram mais 11 dias na santa casa de Bagé, sendo feito vários exames que não compactuou com um diagnóstico, voltei para casa ficando 15 dias na companhia de minha família, onde sou muito amado, mas o mais difícil ainda estava por vim… na madrugada do dia 24 de abril voltei a ter convulsões, tiragem respiratória, gemencia levando a mais uma parada Cardíaca, sendo novamente reanimado e entubado no Hospital de QuaraÍ. Na manhã do dia 25 de abril fui transferido as pressas para UTI pediátrica de Bagé, onde fui tratado para SARA (síndrome respiratória angustiante aguda), quadro de Septicemia, Anemia severa, onde precisei de transfusão de sangue. Foi realizado vários exames onde após 18 dias de internação recebi alta hospitalar sem o diagnóstico de uma causa base para todos esses problemas. Hoje me encontro internado a dois meses no Hospital Universitário de Santa Maria, onde permaneci por 24 dias em estado gravíssimo na UTI pediátrica, com coma induzido, entubado, tratando as convulsões com 3 medicamentos, tratando problema cardíaco e com ajuda de fisioterapeutas para melhor recuperação dos meus pulmões. Novamente foram realizados novos exames no HUSM, sendo a desconfiança primaria de DOENÇA METABÓLICA, porem todos exames coletados vieram inconclusivos. Neste momento me encontro na enfermaria do HUSM a espera de um leito no HOSPITAL DE CLINICAS – POA. Peço a ajuda de todos que leram um pouco da minha história que me ajudam nessa batalha!! 

LINK PARA SABER MÁS SOBRE EL CASO DE BENTO

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/bento-pacheco…

Tambem estamos recendo doações na Mister Festas
Dia 08 de Outubro as 16h no Piquete Orelhano acontecerá um BINGO BENEFICENTE
valor da cartela a 5 reais

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *