RECEBEMOS E PUBLICAMOS – NOTA DE REPÚDIO

A Prefeitura Municipal de Quaraí vem a público repudiar a existência de ações deliberadas e irresponsáveis com o intuito de desqualificar do ponto de vista sanitário o mercado de carnes e derivados existente neste Município. Não suficiente esta manobra, agentes levianos tentam disseminar a ideia de que “existem rumores” sobre “brotes de febre aftosa” em Quaraí e em Uruguaiana.

A verdade é que a vigilância sanitária deste Município é atuante e permite que sejam comercializados somente produtos com procedência de frigoríficos certificados e com acondicionamento e exposição dentro dos mais rigorosos padrões de higiene.

Inexistem quaisquer focos reais ou suspeitos de febre de aftosa em Quaraí ou em Uruguaiana, bem como em todo o Estado do Rio Grande do Sul, sendo a disseminação de boatos desta natureza, além de criminosa, irresponsável e digna da mais veemente repreensão, eis que podem acontecer repercussões desastrosas sobre as economias exportadoras uruguaias e brasileiras caso essa mentira ganhe dimensão internacional.

Por fim, é preciso que se diga que esses boatos surgem agora, diante da importante diferença cambial que se estabelece na fronteira, e que direciona o consumo para o lado brasileiro da mesma. Deve-se esclarecer que a disseminação de falácias infundadas, desqualificando instituições e reputações, não é a maneira mais apropriada para tratar-se deste importantíssimo tema, o qual, a propósito, carece de um encaminhamento conclusivo há muito tempo por parte dos governos brasileiro e uruguaio, os quais se recusam historicamente a compreender que a faixa de fronteira, dadas as suas peculiaridades populacionais, precisa urgentemente de um enquadramento legal diferenciado a bem das economias regionais de ambos os países que não mais suportam a insegurança histórica da sazonalidade cambial.

Dr. Ricardo O. Gadret – Prefeito Municipal de Quaraí, em 05/10/15.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Liria Aguirre disse:

    Vc falou certo Prefeito Gadre, Tem gente que ainda não percebeu que Quarai-Artigas, são povos gêmeos mesmo de diferentes País. Sería melhor unir forças nessas circunstancias. E não tentar derrubar com difamação. Até porqué literalmente estamos todos no mesmo barco, se ele afundar Deus o livre. Imaginem se correr o boato disso… acaba com os dois povos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *